Especialidades - Psicoterapia Psicanalitica

Psicoterapia Psicanalitica


Terapia que tem como finalidade tratar os problemas psicológicos (ex: depressão, ansiedade, dificuldades de relacionamento, fobias, baixa auto-estima, etc.), que possam estar a condicionar, direta ou indiretamente o bem-estar psicológico-emocional do indivíduo e/ou do casal. Estamos perante um processo dialético, realizado entre um profissional, o psicoterapeuta (que pode ser um psicólogo ou psiquiatra devidamente treinado/especializado) e o paciente e/ou casal, que visa eliminar totalmente o problema psicológico/psiquiátrico, atuando diretamente sobre as suas origens mentais. Apesar de ser considerada por muitos como uma modalidade terapêutica demasiada abstrata e subjetiva, a realidade cientifica aponta no sentido contrário, porque os seus resultados falam por si. Efetivamente, estamos perante a linha de tratamento que apresenta melhores resultados no tratamento de qualquer assunto do foro mental que tenha a sua génese ao nível de problemas do foro psíquico, garantindo, como nenhuma outra, soluções definitivas.

Segundo Knobel, a psicoterapia é um procedimento técnico de vínculo humano, baseado num referencial teórico da estrutura da personalidade e dos comportamentos das relações interpessoais, mediante o qual uma pessoa tenta ajudar a outra que necessita de algum tipo de assistência a aliviar ou melhorar suas condições atuais de vida, e assim, atingir um melhor nível de desenvolvimento enquanto ser humano.  Podendo ser definida como “qualquer método de tratamento dos distúrbios psíquicos ou corporais que utilize meios psicológicos (que assentam sempre na qualidade da relação entre o terapeuta e o doente) a Psicoterapia visa, sobretudo, permitir que as “forças emocionais encobertas, num jogo conflitivo”, encontrem uma saída mentalmente ajustada. A este nível a descoberta de processos inconscientes é de extrema importância porque contribui para que o paciente perceba o que está a limitar a sua liberdade, potencializando a sua capacidade de comunicar os seus sentimentos, amar e ser amado, enfrentar frustrações e as dificuldades quotidianas.

Deste modo, podemos afirmar com elevado grau de segurança, que estamos perante um processo terapêutico que encara a saúde mental, não como um processo de adaptação, mas sim, como uma possibilidade criadora, através da qual o paciente adquire a capacidade de transitar na relação dialética princípio da realidade versus princípio do prazer, com maleabilidade e assertividade.

Nota – as consultas de Psicoterapia, podem ser realizadas individualmente e/ou em casal, dependendo das especificidades do problema e das características do casal.